sexta-feira, 10 de abril de 2009

Eu tenho a Sindrome do dedo podre


“ Síndrome do dedo podre”!

Você não sabe o que é? Vou explicar.... Este mal atinge milhares de pessoas no mundo inteiro e independe de gênero,credo,cor ou situação sócio econômica...
.Os portadores dessa moléstia olham no meio de uma multidão e para quem o "dedo podre" vai apontar? Exatamente para a mais podre das criaturas... vai aninhá-la em seu coração ... ajudar ... pedir ajuda a seus amigos ... enfim... um verdadeiro ato de “amor” e solidariedade...
.
Não fique zangada com o que vou dizer... mas, você tem uma boa parcela de responsabilidade sobre essa flechada!Aconteceu porque houve espaço deixado por você...

.Há dois tipos de Síndrome do dedo Podre a saber:

1) “Bicho que tem pena” ou “Beira de Rio” :
Já ouviu o ditado popular que diz que “Todo bicho que tem pena toma na Cloaca”(vulgarmente chamado !@#$$%%¨$#ú) acrescente a essa sabedoria o perfil “beira de rio”. Já reparou que tudo se encosta nas margens dos rios? Pneus velhos, galhos de árvores, bicho morto,ferro velho e lixo de modo geral....Se sofre da Síndrome do dedo podre na vida comercial, familiar, etc. (exceto na vida amorosa) seu subtipo será um ou outro ou em casos gravíssimos além de tomar na cloaca ainda sofre assoreamento das margens de sua vida!


2) “Mulher do dedão podrão” se subdivide em outras categorias a saber:

a) “Mulher cofrinho” Paga contas “sem perceber” e nunca compreende que está sendo explorada....muitas vezes ,gosta! Encontrei um caso clássico ao ler um scrap no Orkut... A jovem mulher cofrinho pagava pelo lazer com o namorado e iam ficar noivos... o esperto sempre dizia estar desprevenido e procurando emprego sem sucesso... A jovem entregou a ele algumas jóias para fazer um par de alianças... Feliz , recebeu as alianças num jantar romântico ( pago por ela) ... Dias depois, uma terrível alergia fez seu dedo anelar inchar e bolhinhas que coçavam surgiram do nada... foi ao dermatologista e para sua decepção... a aliança era da mais pura lata! O esperto embolsou as jóias e não imaginava que nossa jovem mulher cofrinho fosse alérgica! Nesse dia acabou o noivado .. mas ela chora até hoje de saudades do “canalha”...E ela disse que esse não foi o único!


.b) “Mulher estepe” – pau para toda obra. Cozinha, lava, passa , arruma casa, cuida dos seus filhos, boa de cama, boa companhia para um jantar de negócios ( apenas para compor a mesa!)... mas....Só sai da mala do carro quando o “bofe” precisa de você!


.c) “Mulher Maezona” Procura em todos os parceiros o filhinho...Chega o absurdo de chamar o parceiro de “filhinho”.... E lógico, quem procura acha!


.d) “Mulher capacho” - nem vou explicar que tipo de parceiro essa sofredora procura...

.E não para por ai.... há patologias descritas que acrescentam ciência acadêmica a “Síndrome do dedo podre”, por exemplo podemos citar:.Riparofilia :Fetiche por pessoas de padrão inferior, acreditando assim obter mais atenção e valor desta pessoa.


Texto retirado do Blog: Avassaladoras Rio



Toda mulher que só se fode na vida já ouviu falar da síndrome do dedo podre. Lendo por aí descobri que tal síndrome não se aplica somente a relacionamentos amorosos, mas, para tudo... tudo meeesmo, tipo trabalho, família, dinheiro, amigos e todo o resto. Eu sou um modelo da síndrome a ser estudado... já havia pensado a respeito... pois tenho a nítida impressão que tudo o que toco apodrece! Parece que sou a nuvenzinha negra que transita pelo universo... Por mais que eu tenha boas intenções, por mais que eu me esforce para que as coisas dêem certo... no final sempre acontece alguma podreira, para confirmar que sou úo e que a podreira paira sobre o meu ser... seja com homens, dinheiro, família ou qualquer outra coisa. Será que isso é cármico? Será que tem cura?

2 comentários:

  1. Aquela criatura pirralha não merece toda essa reflexão, nem muito menos a tristeza de uma mulher forte e vivida como vc. Levanta, Amiga!

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Chorei de rir com este post... desculpa... haha Menina, tira isso da sua vida! Vamos chacoalhar os esqueletos um dia desses? Bjo

    ResponderExcluir