sexta-feira, 10 de abril de 2009

Pergunta sem resposta....

Que dia ruim... quanta merda junta acontecendo e tudo numa única noite, onde o que eu esperava era me divertir, dançar um bom Samba Rock.
Tem uma música que diz que o que os olhos não vêem o coração não sente... e na madrugada de hoje pude provar o gostinho amargo dos olhos verem, o coração sentir e a cabeça padescer. Me questiono todos os dias como pude ser capaz me deixar envolver em uma situação tão desgastante e humilhante. Também me questiono onde estou errando em minha vida... Parece que vivo um eterno pesadelo emocional, onde nada dá certo, onde só me dou e recebo de volta o desprezo e o desamor. Nessas horas queria mesmo ser uma grande filha da puta, daquelas que não estão nem aí pra nada, que só usam as pessoas e vão embora. Eu queria mesmo ser mal caráter... Não que eu não o seja, pois acho que todos temos um pouquinho de coisas ruins em nossa essência, se não, não seríamos seres humanos... Mas eu queria não sentir, queria ser como a garota que emu amigo está apixonado... que não vale um palito de fósforo riscado... e com certeza é mais feliz que eu. Mas não sou assim, sou uma anta emocional, romântica ao extremo... sou daquelas que acredita nas pessoas e no amor. Não adinata eu dizer que não... pois estarei mentindo pra mim... mais uma vez. Só queria entender porque o amor foge de mim como o diabo da cruz?! Esta pergunta eu não sei responder... minha psicóloga também não... então... esta será mais uma pergunta sem resposta que levarei para o túmulo...
PS.: Nóssa como estou dramática hoje !

Nenhum comentário:

Postar um comentário