segunda-feira, 22 de junho de 2009

ABSTINÊNCIA




Oi pessoas...


Nunca escondí de ninguém que faço uso de antidepressivos. O que posso fazer??? tenho a doença e tenho que tratá-la... então.... tomo os remédios! Acontece que minha médica saiu da clínica e não deixou receita pra mim... e pra conseguir vaga com outro demora uma enternidade.... enquanto a eternidade não passa... eu vou seguindo com os sintomas horríveis da abstinência do remédio. Já tem uma semana que não tomo e hoje que estou conseguindo me movimentar melhor...Os sintomas são tão ruins que a vontade que tenho é de dormir até quando isso passar. Tenho náuseas o dia todo, meu cérebro parece que está solto na cabeça, estou constantemente tonta e tendo vertigens... é uó! Por isso aconselho a quem está com uma depressão leve que procure outro tipo de tratamento.... remédio é PUNK... e parar com ele é muuuuito pior! Tomem floral, só vá para os remédios se seu caso for phoda... tipo o meu!


Ainda agora procurando sobre o assunto na internt achei o seguinte no site Mental Help (é de doido mesmo!)




Alguns Antidepressivos principalmente Efexor (Venlafaxina, Venlaxin, Prolift), Aropax (Paroxetina, Paxil CR, Cebrilin, Pondera), Cipramil (Citalopram, Denyl), Lexapro (Escitalopram), Cymbalta (Duloxetina), Anafranil (Clomipramina), Luvox (Fluvoxamina) etc., não devem ser suspensos de uma vez porque algumas pessoas podem sentir alguns dos seguintes sintomas de descontinuação ou sintomas de abstinência (o que não quer dizer dependência):

- Leves dores pelo corpo.
- Sensação de estarem meio aéreas, mareadas, enjoadas.
- Sensação de alguns formigamentos pelo corpo.
- Sensação de "choquinhos" pelo corpo.
- Sensação do cérebro balançar na cabeça
-


Esses sintomas, se ocorrerem, costumam passar sem tratamento entre o 3* e o 10* dia. Não costumam atrapalhar as atividades diárias da pessoa, mas algumas pessoas tem uma abstinência bem forte. (tipo eu!)

3 comentários:

  1. Me solidarizo com vc viu... tomo venlaxin (cloridrato de venlafaxina) fiquei sem tomar por 6 dias, e tenho exatamento os mesmos sintomas q vc... cerebro parece q ta solto, estalos na nuca dores pelo corpo vertigem dificuldade na fala e movimentos falta de ar, é realmente uma coisa HORRIVEL nao desejo para meu pior inimigo... comprei hoje o venlaxin 75mg e to tomando metade quando vem as crises... vamo ver noq da! Se cuida ai tudo de bom e que vc assim como eu consiga sair dessa ok? Abraços

    ResponderExcluir
  2. Tomo venlafaxina há mais de um ano. Comecei com 75mg, depois fui para 150mg e agora tomo 225mg. O tratamento é caro d+, porque não é só essa medicação. Tem mais o rivotril, a mirtazapina e o bup. Estou sem tomar a venlafaxina há uns 3 dias e estou me sentindo muito mal. Tenho náuseas constantemente, dores no corpo, falta de ar,medo, falta de apetite. Um mal estar terrível. Tenho medo de acontecer como da outra vez que parei de tormar, fui parar na emergência porque tomei 11,5mg de rivotril em menos de 24 hrs. Não queria morrer (todos pensaram isso) mas apenas queria dormir e esquecer da vida. Gostaria muito de sair da dependência dessa medicação ficar apenas com o rivotril para dormir e pronto. Mas é muito mais difícil do que eu penso. Espero um dia me ver livre da depressão e do pânico pois motivos para existirem não há. Tenho um noivo que faz tudo pra me ver feliz, vou casar em dezembro, tenho uma filha perfeita cheia de saúde, uma família que me ama, dois empregos concursados. Quero mais o que. Mas nem sempre consigo enxergar tudo isso. Ás vezes penso q é frescura! Mas o meu psiquiatra diz que ninguém escolhe estar depressivo. Bem, torço para que tudo dê certo para nós e que possamos um dia nos ver livres disso tudo. Desculpa por tomar tanto espaço, mas precisava desabafar. Fica com Deus e confia nEle. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Gente, se eu estava mal antes de tomar esse remédio, hoje estou muito pior tentar ficar sem ele. Fiquei sem convênio e estava passando no SUS, porém com um clínico geral que me deu receita por duas vezes e aguardo na fila de espera para passar com o psiquiatra. Atualmente tomo o de 37,5mg e com apenas um dia sem o remédio, estou quase pirando, não posso nem virar a cabeça para o lado e é o pior mal estar que já tive. Penso que será mesmo que um dia conseguirei ficar sem essa droga? Não tenho mais os sintomas de depressão como antes, estou tranquila e me sinto preparada para não tomar mais, porém como ficar sem e continuar com esse mal físico?

    ResponderExcluir