terça-feira, 4 de maio de 2010

paixão declarada... tô quase lá!


Declarar uma paixão é algo difícil, complexo e dá um super medo. Mas pode ser extremamente libertador para quem está apaixonado, mesmo não sendo correspondido. O medo da rejeição é o único empecilho para esse ato de bravura emocional. Não é pouca coisa, eu sei. Fugimos da rejeição e do abandono como o diabo foge da cruz! Levar um "toco" é péssimo, machuca, dá o maior bode, mas do chão a gente não passa, né? Como dizia Vinícius:"quem nunca sofreu por amor, não sabe o que é ser feliz". E optar pelo medo numa hora destas pode ser a pior escolha.

Declarar paixão é ato de coragem. No mínino, surpreenderá o outro. Verbalizar seu amor não é se fragilizar perante o ser amado, não é ser um carente louco à esmolar amor, muito pelo contrário, é ser dono de seus desejos e anseios. É ser generoso o suficiente para saber compartilhá-lo com quem lhe provocou tal sentimento, independente de resposta. É ser o senhor do seu amor, e não vítima dele.

Se apropriar de sua paixão, é saber que o outro, merecedor ou não, é mero coadjuvante nessa escolha, já que foi ele quem apertou o botão da paixão. Mas o botão é seu e a paixão também. Isso só revela o quanto você é capaz de amar e de se apaixonar. Se por acaso a paixão não for recíproca, já valeu! Você sentiu o amor correr nas veias e se deu conta do que povoa sua imaginação. Se Paixão é tela em branco, é preciso de distanciamento. Paixão é projeção dos nossos desejos e no mínimo serve pra gente perceber o que nos encanta e o que nos seduz. Por isso já vale, porque ali estará refletido o seu ser enamorado, o que há de mais bonito e amoroso em você.

Texto de
Monica Guinle,

Update: é paixaaaaaoooo...
Amor é coisa muito séria! Paixão é quase um descompromisso... amor envolve mais... muito mais!

Este texto foi tirado daqui

2 comentários:

  1. O texto tá confuso, pense vc se é paixão ou amor!

    ResponderExcluir
  2. Guria, se joga, vc não tem nada a perder...

    ResponderExcluir