sábado, 23 de janeiro de 2010

Essa coca é fanta.... kkkkkkkkkkkkkkk

KKKKKKKKKKKKKKKKKkk

Rolei de rir! Sente só a musiquinha...

solidão

A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.

A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo,
o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro.

O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se,
o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é a angústia do mundo que o reflete. Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, as que são o patrimônio de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre.

Vinícius de Moraes

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

500 days of Summer...

O romantismo bateu e ficou!
Nesses últimos dias estou especialmente romântica, mas como não tenho muito a fazer a não ser ver um bom filme... ontem passei a tarde inteira assistindo filminhos. Um em especial me deixou louca... Um filme simples, realista, e lindo... e não é só isso, tem a melhor trilha sonora do último ano. Ainda não pesquisei pra saber se o filme ganhou algum prêmio... mas eu já dava o de melhor trilha sonora e acho que se vc ouvir daria também! Afff.... esqueci de dizer o nome do filme. Em português chama-se 500 DIAS COM ELA... e originalmente 500 DAYS OF SUMMER.

Não consegui achar o trailer legendado com liberado do youtube, mas achei esse aqui... pra quem tem o inglês na ponta da língua.