sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

de volta ao divã...


Vamos quebrar paradigmas não é mesmo minha gente???? Então... lembram que fui ao médico... Pois é! Obvio que ela indicaria terapia... pois como a médica mesmo falou... Terapia é sempre bom! O problema é que na tal clínica só tem vaga "imediata" para "tratamento" com homem. Bem, não é nada pessoal, pois para a maioria das coisas da vida eu prefiro os homens hehehehehe... Mas terapia, onde vou mostrar toda a minha fragilidade, meus medos e aflições... prefiro as mulheres. Nas minhas sessões eu falo muito, e isso inclui uma leva gigantesca de palavrões e "otras cossitas más" que não teria a menor coragem de falar para um homem. Mas... tenho que fazer terapia, então.... Marquei! Com um homem. Tipo, aquela coisa prática, sem muito sentimento, sem muita sensibilidade, direto e reto... Vai que dá certo né?! Tenho uma amiga que faz terapia com homem... e ela gosta muito, inclusive me recomendou, mas ela é assim.. prática, direta e reta, sem muitas firulas e floreados... Eu embora pareça, e em alguns momentos até seja bem tosca, para algumas coisas acho necessário a sensibilidade... Mas, "vamo lá!". Marquei pra segunda-feira, pra acabar logo com a ansiedade. Depois eu conto como foi! MEDA!!!!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

vou buscar...


Bem, é fato que estou um tantinho deprimida... mas, isso é doença, e doença a gente tem que tratar. Se disser que tenho motivos para estar triste estarei mentindo. Na verdade, hoje em especial não estou... mas isso vai e volta. Tenho dias de euforia extrema, de imensa felicidade e fé. Mas, de uma hora pra outra fico "loka" e dou umas palas tipo aquele "grito de alerta" que dei a alguns posts atrás. Como disse, vou voltar, pela milhonésima vez para a terapia. Vai que dessa vez resolve! Aliado a terapia decidi ano passado que começaria a fazer o Estudo da Doutrina Espírita com mais carinho e dedicação. Em Brasília a Comunhão oferece um curso com duração de três anos e meio. Já ensaiei fazer esse curso algumas vezes, mas, sempre aparecia uma desculpa esfarrapada e eu acabava por não fazer. Mas.... pra quem acredita... sabe que a vida "cobra" certas posturas e decisões que já deveriam ter sido efetivadas a tempos... e como esse ano resolvi que não vou mais nadar contra a maré... Domingo, dia 21 eu começo o Estudo Sistematizado... Bem do comecinho... para entender boa parte das coisas que tanto remoem minha cabeça maluca e também para me ajudara ter uma aproximação e uma "intimidade" maior com Deus. Eu não seria Pixaim se não estivesse morreeeeendo de ansiedade para que o curso comece logo...

gratidão...

Gratidão

Em que tempos poderíamos dizer tal palavra.
Sem medo de errar ou quem sabe vangloriar.
Qual o sentimento que absorvermos quando sentimos a incerteza de algumas coisas que em nossas vidas morrem sozinhas.
Quando há tempestade e temos cede.
Quando o sol esta a pino e precisamos de luz.
Quando noite a lua clareia nosso quintal e temos sono.
Aonde paramos sem perguntar por que.
Qual seria o tempo certo dos pensamentos e das ações involuntárias e até mesmo das quais praticamos por desejos?
Onde se encontra a mão exata no aperto certo firmando nossos compromissos?
O olhar que aprecia o passo que se perde na mesma direção.
A palavra que aplica o agradecimento.
O pensamento que condena a atitude.
Mas me diga qual seria o tempo certo de dizer?
Exatidão ou perfeição?
Inveja ou vontade?
Por muito criticamos sem mesmo saber.
Por pouco aceitamos sem mesmo entender.
Eu quero andar na mesma via e seguir os mesmos passos apreciando a lua que anuncia o sol.
Abraçar o medo de alegria.
Saber que não irei morrer sozinho e dizer entre todas as coisas,
A gratidão que tenho de abrir meus olhos e ainda me encontrar vivo.
Estender a mão apertando firme o compromisso de que, onde quer que estejamos, seremos sutis.
Aprimorando a lei da vida.

Autor: Edson Rufo

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

eu, a louca do mês....


Podem me chamar de louca! Sou mesmo! Lembram-se do meu carrinho, pretinho, lindinho, fofinho, novinho... pois é! está sendo entregue amanhã para a minha irmã! Não dei pra ela não tá gente... apenas fizemos uma série de rolos aqui, rolos alí... negócios aqui, negócios alí e resolvemos que ela vai ficar com o "pretinho" e euzinha vou adquirir outro. Na verdade, já adquirí! eeeeeeeeeeeeee.... Pego na quinta-feira. è praticamente o mesmo, um Novo Fox, só que Prime... e cinza... Na verdade aquela cor pra mim tá mais pra cocô de nênem do que cinza... Mas tudo bem! o motivo da troca foi o motor 1.0. Gente, serião... sou um pouco ousada no trânsito e o motor 1.0 estava um tanto quanto difícil pra mim.... Como minha irmã acabou de tirar a carteira e não quer nada muito cheio de firulas esse 1.0 pra ela está maravilhoso. Vou pagar um pouco mais pela gracinha, mas acho que valeu à pena. Minha irmã ia comprar um carro usado e ia pagar a mesma coisa desse meu... Fiz a proposta, ela aceitou numa boa! Então ficou bom pra todo mundo. Quinta-feira vou lá buscar meu novo BB. Sou louca mesmo gente... liga não! Na sexta já vou me jogar por aí com meu novo meio de locomoção.

PS.: VOU COMEÇAR A FAZER TERAPIA DE NOVO TÁ! SEXTA É MINHA PRIMEIRA SESSÃO.... KKKKKKKKKKKK

amooooooo

Assiti este clipe a uns 6 anos atrás, passei um bom tempo procurando por ele na net, mas como sou meio limitada.. não gravei o nome do cara que cantava, piorou o nome da música... sem essas informações ficava praticamente impossível já que minha referência para achar o clipe e a música era apenas uma imagem que me marcou... então... deixei pra lá! Hoje, assistindo VH1 power sei lá o que???? (um canal novo) passou outro clipe... QUASE MORRÍ DO CARAÇÃO!





carnaval, camping e virose....


Carnaval... aff... detesto. Talvez pelo fato de nunca ter saído de Brasília nessa época... e a referência de carnaval em Brasília se resume a Galinho, Pacotão e mais recentemente Gran Folia. Nunca fui ao tal Gran folia, e não estou pretendendo ir... penso que esse lugar é tipo pipoca da micarê... cheio de gente uó, brigas, bebedeira sem controle, e essas coisas... Aff... acho que essa opinião é coisa develho, afinal carnaval é bebedeira, falta de controle, sexo desvairado e todos os excessos... Mas todo esse textinho sem propósito foi para dizer que fui acampar... Nunca tinha feito isso antes... fui para um local aqui pertinho, para um ambiente família, cheio de criancinha correndo de um lado para o outro, onde o contato com o mundo real é praticamente zero, pois não tinha TV, celular, rádio.... nada que me fizesse lembrar se quer em que dia da semana estava. Mas como sou uma pessoa dotada de "sorte"... ontem, no terceiro dia, quando tudo parecia normal... eu simplesmente adquiri não sei como, nem de onde... uma VIROSE... segundo o médico essa virose se espalhou rapidamente por Brasilia, e está levando uma cambada de foliões a encurtarem sua festa da carne. Sempre achei esse papo de virose coisa de médico que não sabe o que o paciente tem... Como fui em dois hospitais e o diagnóstico foi o mesmo... Vou fingir que acredito que estou com a tal da virose do carnaval. Com o fim antecipado da minha aventura no camping ficou o gostinho de quero mais, que tentarei matar assim que puder!