sexta-feira, 26 de março de 2010

pra alegrar....

coisa mais linda....












e a minha preferida.....



ameeeeiiiiiiiii.....


olho...

Tive idéias ótimas para a minha primeira tatoo... Devo fazê-la em breve... será uma grande junção de itens para o mal olhado. Na boa... se você não acredita... tudo bem! Mas eu... acredito e tenho provas cabais de que ele existe!!! E como existe! 
Apropósito... estou numa TPM "braba"... acho que foi a pior dos últimos meses....





Uma leitura para puro conhecimento.... tirada de um site místico

Não são todos os que acreditam, mas por via das dúvidas..... 
Não é bom facilitar......


Desde a antiguidade, os olhos são visos como sendo a expressão da alma e considerado um órgão sagrado.
O olho humano tem um potencial oculto e emite energias que podem intensificar as palavras ditas. Um olhar penetrante e bem dirigido, pode reforçar muito uma mensagem ou um ensinamento. E, muitas vezes, sozinhos já conseguem passar toda a informação necessária.

Vemos, portanto, que grande parte da energia gerada por nossos processos internos - como nossos pensamentos e sentimentos - são emitidos pelos olhos para o mundo exterior. Além de ser o espelho da alma, o olho é também um grande emissor de magnetismo e energia.

Existem relatos de homens santos que, apenas com seu olhar, curavam os doentes. Isso nada mais é do que uma energia de cura muito poderosa que é canalizada através dos olhos.
Mas, infelizmente, nem só de santos vive a Terra. Muitos seres interiormente desequilibrados emitem, através do seu olhar, toda a energia desgovernada que habita em seu interior e saem por aí matando plantas, murchando bolos, causando quebranto em crianças pequenas, quebrando objetos, enguiçando máquinas, e provocando até doenças e muito mal estar em suas vítimas.

Muitos consideram o fenômeno do Olho Gordo como pura superstição, mas o tema já era tratado por Lao-Tse, criador do Taoísmo, que viveu há mais de 350 anos antes de Cristo e por Confúcio que viveu 600 anos antes de Cristo, ambos na China.
O Olho Gordo nada mais é do que a canalização, através dos olhos, de uma energia interna gerada pelo desejo de possuir o que é dos outros e pela inveja, que não deixa de ser um roubo de energia. 

Os possuidores de Olho Gordo são pessoas em pemanente estado de descontentamento e que têm complexo de inferioridade (mesmo que camuflado), uma vez que não se julgam capazes de conseguir por si mesmos o objeto de sua cobiça. Seguem a vida lamentando-se de sua má sorte, mas nada fazem pra construir uma vida mais feliz. Poderíamos considerá-los vampiros de energia e estão ligados aos baixos desejos, à mesquinhez, ao egocentrismo e a uma série de assuntos internos mal resolvidos. Gostam de estar sempre por perto e sabedores dos acontecimentos, são solícitos e companheiros, utilizando-se do recurso da aproximação.

domingo, 21 de março de 2010

livrinho novo.....



Na mais completa e absoluta solidão o melhor a fazer é ler! Ler descompromissadamente, sem o desespero do tempo... sem a cobrança de resultados... como acontece com a leitura para concursos públicos. Hoje finalmente adquiri um livro que sempre quis, mas que sempre achei muuuuito caro para os meus padrões. Na verdade eram tantos livros para concurso que eu tinha que comprar que acabei por não priorizar a leitura por prazer... pelo simples prazer de ler algo bom. Não sou muito adepta das leituras mais cabeças... Me acho meio burrinha pra coisas muito complexas... Gosto de livros simples, beeeem femininos... tipo estórias do clube da Luluzinha.... Então... Descobri hoje que alguns best-sellers estão sendo lançados com o formato de livros de bolso. Achei Melancia, de Marian Keyes nesse formato e com um precinho súper convidativo. O preço do livro "na vida real" é tipo uns R$ 50,00 ... mas no formato de bolso saiu por R$ 10,00. Como a minha visão é perfeita o tamanho da letra não será um incômodo.... Adorei a aquisição... e espero que esse projeto de bolso se estenda para mais títulos... Afinal existe uma centena de livros que quero ler e esse incentivo será muito bem vindo à cultura e ao bolso dos leitores. Hoje começo Melancia... e depois conto aqui o que achei.