sábado, 8 de maio de 2010

Motoboy - Ximbica

Rafinha está Mara de motoboy.... atóroooonnn....




Motoboy boy boy mostra o seu guidão

Motoboy boy boy que guidão grandão
Bege, Bege
Fiquei bege
Tô em 30 tons de bege

terça-feira, 4 de maio de 2010

paixão declarada... tô quase lá!


Declarar uma paixão é algo difícil, complexo e dá um super medo. Mas pode ser extremamente libertador para quem está apaixonado, mesmo não sendo correspondido. O medo da rejeição é o único empecilho para esse ato de bravura emocional. Não é pouca coisa, eu sei. Fugimos da rejeição e do abandono como o diabo foge da cruz! Levar um "toco" é péssimo, machuca, dá o maior bode, mas do chão a gente não passa, né? Como dizia Vinícius:"quem nunca sofreu por amor, não sabe o que é ser feliz". E optar pelo medo numa hora destas pode ser a pior escolha.

Declarar paixão é ato de coragem. No mínino, surpreenderá o outro. Verbalizar seu amor não é se fragilizar perante o ser amado, não é ser um carente louco à esmolar amor, muito pelo contrário, é ser dono de seus desejos e anseios. É ser generoso o suficiente para saber compartilhá-lo com quem lhe provocou tal sentimento, independente de resposta. É ser o senhor do seu amor, e não vítima dele.

Se apropriar de sua paixão, é saber que o outro, merecedor ou não, é mero coadjuvante nessa escolha, já que foi ele quem apertou o botão da paixão. Mas o botão é seu e a paixão também. Isso só revela o quanto você é capaz de amar e de se apaixonar. Se por acaso a paixão não for recíproca, já valeu! Você sentiu o amor correr nas veias e se deu conta do que povoa sua imaginação. Se Paixão é tela em branco, é preciso de distanciamento. Paixão é projeção dos nossos desejos e no mínimo serve pra gente perceber o que nos encanta e o que nos seduz. Por isso já vale, porque ali estará refletido o seu ser enamorado, o que há de mais bonito e amoroso em você.

Texto de
Monica Guinle,

Update: é paixaaaaaoooo...
Amor é coisa muito séria! Paixão é quase um descompromisso... amor envolve mais... muito mais!

Este texto foi tirado daqui

segunda-feira, 3 de maio de 2010

make up o caralho!


Sou muito do tempo do ronca mesmo! Não entendo essas coisas "mudernos" dos meninos de hoje em dia! Visitando o PapelPop me deparo com o vídeo de um menininho(a) dando sua singela e inoscente opinião sobre a porcaria do creme Skala. kkkkkkkkkk depois de muito chorar de rir fui ver o talento do menino, já que ele se descreve como crítico de produtos de beleza....  O meu susto maior foi encontrar um blog totalmente dedicado a makeup masculina e afins..... (não é do menininho não... é de um outro). kkkkkkkkkkkkk Gente, na boa... na minha época homem usava no máximo hidratante pra não ficar cinzento... e em tempos de muita seca. Shampoo e Creme "Rinse" eu ainda tolero... Mas makeup... não dá! Homem tem que ser bofe!!! Porra de make up pra homem o caralho! Será que sou muito tosca???? Você daria conta de dividir sua penteadeira com seu bofe??? Eu não!

Ps.: as bees estão fora dessa tá!

domingo, 2 de maio de 2010

coragem...


Andei pensando no quanto sou covarde! é isso mesmo... covarde! covarde para a vida! Tenho medo de tudo... quando era mais nova eu tinha menos pudor, menos medo de me expor. Hoje, no auge dos meus 32 quase 33 anos tudo me dá medo! Me tornei uma chata! Chata de galocha... daquelas que acha tudo absurdo! Faço cara de "fedôr" pra tudo! Por isso estou só! Por isso minha vida perdeu o brilho... a inocência. Sabe aquela leveza dos adolescentes... que não tem medo do ridículo, que lutam por um "ideal" por mais idiota que esse "ideal" possa perecer. Admiro a minha irmã que se joga... que mesmo não sendo a garota mais linda do universo não tem medo de cantar os caras por aí e levar tocos. Admiro as piriguetes, admiro as que pegam todos, as que dão de primeira, as que ligam mesmo... admiro quem joga tudo pro alto e vai vender coco na praia. Tenho uma amiga que largou tudo e foi ser massagista na beira da praia. Ela é feliz! Não vive na ditadura da modernidade. Queria aprender a viver... A me libertar desses pudores bobos. Queria ter coragem de dizer pro cara que estou a fim... que estou a fim dele! Queria ter coragem de parar de estudar para esse concursos idiotas... por pura pressão de mostrar para o mundo que sou alguém... queria ter coragem de  ter um fusca rosa! Queria ter coragem de assumir meu cabelo como ele é! Queria usar vestidos sem me achar feia e da perna fina! Queria ter coragem de fazer tanta coisa... Mas, como disse... Sou covarde!